Iniciando nosso especial #meuprimeiroBEAT, ou seja, histórias  do primeiro contato de pessoas com o esporte universitário: entrevista com Bruna Morão, representando os Bixos da USP.

 

Bruna Mourão é estudante do 4º semestre do curso de Relações Internacionais. Ela contou à Revista BEAT porque o seu ano de bixete foi tão importante e como foi a primeira vez que entrou em contato com o esporte na universidade. Confira:

Revista BEAT: Como você foi recebida pela Atlética?

Bruna Mourão: Fui muito bem recebida pela atlética. Eles chamaram os bixos pelo face, então logo no começo você já conhece as pessoas do curso. Sabe quem é ou não da atlética, já vê os posts do time chamando pra jogar. E em RI, por ser uma atlética pequena, eles chamam realmente as pessoas a virem participar com um lema: “você não sabe jogar, mas ninguém sabe, e então vamos todos juntos”.

RB: Você chegou a pesquisar algo relacionado a esporte universitário antes da matrícula e de ter algum contato com a faculdade?

Bruna: Sim. Antes já tinha perguntando pra um amigo que faz RI se tinha atlética, times, etc. Como eram os treinos e tudo mais.

RB: Qual foi sua primeira experiência em quadra? Você participou de algum campeonato de calouros?

Bruna: A primeira experiência no esporte universitário foi no bichusp. Participei de todas as modalidades menos do atletismo, porque como tem pouca gente em RI tem que fazer tudo o que puder pra ajudar. Só nao fui no atletismo porque estava virada há dois dias e precisava dormir.

RB: Como você quer receber seus bixos? Por que esse momento é tão importante?

Bruna: Eu quero receber do mesmo jeito que fui recebida. A gente adiciona todo mundo no Facebook, convida pra fazer parte dos times e fizemos um videozinho legal pra chamar as meninas pro basquete. Tem que ter muito contato porque passar na faculdade é uma grande vitória. E com uma recepção melhor aumenta a felicidade. Eu quero que eles tenham a sensação que eu tive, que me marcou muito.

 

Bixos da USP:

Mercado da Bola: o vai-e-vem dos bixos mais veteranos da universidade 
Carta ao ingressante uspiano
O esporte universitário no imaginário dos calouros