laurp

#TBT A LAURP já sente saudades, sim, da Tusca 2017

por • 23 de novembro de 2017 • Colaboradores, ColunasComentários (0)111

Esse ano foi complicado para LAURP (e para o esporte universitário): dívidas, situações adversas, falta de apoio… Mas de muita vontade, vitórias e garra.

 

Por Rodrigo Amaral

Por mais recente que pareça, sim, sentimos saudades da Tusca 2017. Desde os congressos técnicos até a torcida por nossos atletas em cada competição realizada. Mas porque a Tusca desse ano foi importante para nós?

Por mais grandioso que seja participar desse jogos, o contexto administrativo da LAURP não era nada agradável. Muito pelo contrário, nos encontrávamos em uma situação de dívidas a serem pagas. E vimos na Tusca uma forma de, além de sanar essas dívidas, realizar isso embasado na união, alegria e a garra que Ribeirão tem.

Foi um ano difícil. Campeonatos internos com alto custo, não conseguimos disponibilizar treino para as seleções. Os atletas pagando do próprio bolso para participar das competições, fazendo caixinha para pagar o treinador e muitas outras situações que, infelizmente, outras ligas e atléticas já passaram. Porém, o mais importante, todos os atletas fazendo isso por amor ao esporte.

A Tusca que salvou a LAURP

Nós, nessa situação, vimos que não podíamos deixá-los sem participar de um campeonato de tão alto nível esportivo como a Tusca. Situações adversas ocorreram e perdemos atletas em decorrência delas. Diante disso, a Comissão Organizadora em um grande ato de solidariedade abriu uma exceção e possibilitou a inscrição de mais atletas da LAURP na competição.

O medo era eminente, e o resultado, ah… o resultado. O quão satisfatório foi essa Tusca. Além de conseguir sanar boa parte das dívidas, a LAURP chegou em cinco das oito finais possíveis nos esportes coletivos de quadra – sendo campeã no vôlei feminino. Garantimos também um segundo lugar geral marcante no atletismo feminino e masculino. Dentre várias outras conquistas, não de ouro, mas sim de coração.

Portanto, não nos restam dúvidas: o objetivo da Liga das Atléticas Universitárias de Ribeirão Preto é não só dar festas e visar o lucro em grandes eventos, mas sim prezar pela união e hospitalidade para com todas as entidades do meio universitário.

Esporte universitário no interior

LAURP e atléticas caipiras: o esporte na USP Ribeirão
O interior vai dominar a capital?
CAASO x Federal: 38 anos de rivalidade na Tusca

Posts Relacionados

Comentários fechados