basquete-feminino-eca-usp

#TBT: 2009, um ano de renovação para a ECA USP

por • 30 de novembro de 2017 • Colaboradores, ColunasComentários (0)153

2009, um ano de renovação e de conquistas para o Basquete Feminino ECA USP.

Por Fernanda Videira, ex-atleta do Basquete Feminino ECA USP.

A conquista dos Jogos da Liga em 2009 foi a cereja do bolo  da jovem e animada equipe de basquete feminino da ECA USP. Foi um ano marcado pela entrada de muitas bixetes, aos poucos conquistadas pela união de um grupo pequeno, mas dedicado.

Foi também um ano de conquistas para atletas como a experiente Alê – a única com experiência profissional na modalidade. E um ano de aprendizados para as amadoras Dani, Marinete e Aline (turma de 2006) e eu e Luiza (de 2007).

Com os braços sempre abertos das veteranas, as bixetes foram aparecendo e os treinos se tornaram cada vez mais produtivos. O primeiro reforço entre as bixetes foi a Danete – que, apesar de sem experiência anterior, mostrou habilidade com seus rebotes certeiros. A partir dela, outras alunas se animaram em entrar.

A equipe cada vez maior e sob a orientação do técnico Bruno “Frajola” garantiu, jogo a jogo, seu lugar na final dos campeonatos da USP e nos outros externos naquele ano. Mais precisamente, ficando em segundo lugar na Copa USP e na primeira colocação nos Jogos da Liga. Tal conquista, até então, inédita para a nossa equipe.

Jogos da Liga 2009: ECA USP foi ouro

A conquista do ouro no Jogos da Liga de 2009 foi o nosso último jogo do ano. Um jogo tenso, mas para um time que, àquela altura, já estava acostumado a ganhar (ou mesmo perder) com placares apertados e muita emoção.

Além de levar o caneco para casa, o gosto da vitória ter sido em cima da EEFE USP foi ainda melhor. Afinal, ganhamos de uma temida equipe, reconhecidamente composta por atletas com muita intimidade e experiência no esporte.

Apesar de toda a experiência da EEFE, naquele dia, algo faltou a elas e só a qualidade individual não foi suficiente para superar nossa equipe. Mesmo que amadoras, naquela final, o Basquete Feminino ECA USP estava muito mais motivado, unido e sem a pressão do favoritismo.

Mais #TBTs

#TBT A LAURP já sente saudades, sim, da TUSCA 2017
#TBT A criação do Futebol Feminino da FAU
#TBT A história do CEPE-USP

Posts Relacionados

Comentários fechados