atletismo universitário

Dia do atletismo: saiba mais sobre cada prova

por • 9 de outubro de 2017 • Colaboradores, Colunas, Especial, IndividuaisComentários (0)121

O dia internacional do atletismo é comemorado no Brasil em 09 de outubro. Para homenagear a modalidade, a Revista BEAT separou algumas explicações sobre as provas!

 

Por Rafael Oliveira

Apesar da disseminação do atletismo, o conhecimento sobre as diferentes provas é superficial e a modalidade ainda não se consolidou totalmente no meio universitário, principalmente pela dificuldade em encontrar locais propícios para treino.

Saiba mais sobre os tipos de provas disputadas:

Corridas

Velocidade

Nas corridas de curta distância (100m,  200m e 400m rasos), a explosão muscular é fator determinante para alcançar a vitória. Nessa categoria, o principal expoente é o recém-aposentado Usain Bolt, recordista mundial dos 100m e dos 200m.

Meio-fundo e Fundo

Misturando velocidade com resistência, o meio-fundo inclui provas de 800m e 1500m rasos. No circuito universitário também é comum ver disputas de 3000m rasos. Já o fundo engloba as distâncias de 5000m, 10000m e a maratona. No circuito universitário, apenas a distância de 5km é disputada com frequência.

Obstáculos/barreira

Apesar de pouco difundidas no meio universitário, o programa olímpico também inclui os 110m e 400m com barreiras, além dos 3000m com obstáculos.

Revezamentos

Categoria que promove disputas emocionantes tanto no profissional quanto no universitário, inclui as provas de 4x100m e 4x400m, nas quais quatro atletas de cada equipe correm a respectiva distância, passando o bastão um para o outro.

Marcha Atlética

Incomum no circuito universitário, a marcha atlética tem como principal regra a obrigatoriedade de que ao menos um dos pés do atleta esteja em contato com o solo durante todo o trajeto. As principais disputas na modalidade têm distância de 20km para as mulheres, e 20km e 50km para os homens.

Saltos

Incluindo força, velocidade e muita técnica, são quatro provas de salto: o salto em altura, em que o atleta tem como objetivo passar um sarrafo (espécie de bastão comprido, em geral feito de fibra de vidro) saltando com apenas uma das pernas; o salto com vara, em que o objetivo é o mesmo do salto em altura, mas se utiliza de uma vara longa e flexível e se atingem alturas significantemente maiores; o salto em distância, em que o atleta corre por alguns metros para conseguir impulsão e se lança em direção a uma caixa de areia; e o salto triplo, que também tem como destino a caixa de areia, mas que inclui três saltos até atingir a caixa.

No circuito universitário, os saltos em altura e em distância são os mais praticados, seguidos pelo salto triplo, que tem baixa incidência nos torneios de gênero feminino, entretanto. O salto com vara, pela complexidade e pelo custo da vara, é raro nas competições universitárias.

Lançamentos e Arremesso

Essa categoria reúne os mais fortes atletas do atletismo, mas também requer muita técnica e uma dose de explosão e velocidade. Assim como nos saltos, são quatro as provas do tipo: o arremesso de peso que consiste em arremessar uma esfera o mais longe possível. Nesta prova, o atleta se posiciona dentro da zona de arremesso de costas para o campo e gira o corpo, arremessando o objeto. No masculino, ela pesa 7,26kg e tem 12cm de diâmetro. No feminino, pesa 4kg e o diâmetro é de 9cm.

O lançamento de disco, que tem como objetivo lançar um prato de metal (com cerca de 22cm de diâmetro e 2kg no masculino, e 18cm de diâmetro e 1kg no feminino) na maior distância possível. Em um setor protegido nos lados por uma grade, o atleta do lançamento de disco inicia a tentativa de costas para o campo e dá uma volta e meia em torno de si até se livrar do objeto

O lançamento de dardo, em que os atletas efetuam uma corrida de impulsão (que se inicia frontal e depois se torna lateral) numa pista de cerca de 30m e lançam o objeto, que deve atingir o solo com a ponta da frente, não necessariamente precisando cravar no campo. No masculino, o dardo tem 2,7m e 800g, enquanto no feminino o objeto pesa 600g e 2,3m de comprimento.

E o lançamento de martelo, bastante incomum no esporte universitário. Nesta prova, os atletas lançam uma esfera de metal presa a um cabo de aço que contém uma manopla em sua ponta. O peso do objeto é o mesmo da esfera do arremesso de peso, e o comprimento do martelo como um todo não passa de 1,2m. No mesmo setor destinado ao lançamento de disco, os atletas giram o martelo em torno de si, depois realizam rápidas rotações com o corpo e com o objeto, até soltar a manopla.

Leia mais:

Anos de dedicação, mais de 130 medalhas e um amor | Revista BEAT
Yoga: uma filosofia prática | Revista BEAT

Combinadas

Se treinar uma modalidade do atletismo já requer muito esforço, imagina treinar várias delas? É isso que acontece no decatlo (masculino) e no heptatlo (feminino). Em ambas as competições os atletas recebem pontos a cada prova com base em uma tabela feita pela IAAF.

Na variante masculina, os super-homens correm 100m rasos, saltam em distância, arremessam o peso, saltam em altura e correm 400m rasos, no primeiro dia e correm 110m com barreiras, lançam o disco, saltam com vara, lançam o dardo e correm 1500m, no segundo dia. O recordista mundial da competição é o americano Ashton Eaton, que atingiu 9045 pontos em 2015.

Na variante feminina, as super-mulheres correm 110m com barreiras, saltam em altura, arremessam o peso e correm 200m rasos, no primeiro dia e saltam em distância, lançam o dardo e correm 800m, no segundo dia. A recordista mundial da competição é Jackie Joyner-Kersee, também de origem norte-americana, que marcou 7291 pontos em 1988.

 

Posts Relacionados

Comentários fechados