bife usp

A dica do dia é: aproveite o BIFE como se fosse o último!

por • 30 de outubro de 2017 • Colaboradores, Colunas, EspecialComentários (0)478

O Piriguete, da Geologia USP, já teve muito BIFE USP pra sua conta. Ele já foi atleta, torcedor e até a Xuxa. Sua dica? Aproveite como se fosse seu último.

Por Guilherme “Piriguete” Fernandez, Geologia USP

Vivendo e respirando a Geologia desde 2008, perdi dois BIFEs desde então. Itapeva 2008 por motivos de “bixo-burro” e Barra Bonita 2010 por motivos de trabalhos de campo da Geo, daqueles que você chora de raiva por estar subindo morro e quebrando pedra ao invés de curtir o inter mais legal da face da Terra. A caminho do meu oitavo BIFE, ainda acredito que #AGeoVaiGanharOBIFE, na verdade a Geo só não foi campeã geral por pequenos detalhes, todo mundo sabe disso.

Ao longo destes últimos anos, o BIFE me trouxe muitas amizades e poucas horas de sono, muitas boas baladas e poucas vitórias esportivas, trouxe ótimas memórias e alguns apagões de memória também, faz parte.

Já com um pouco de saudade disso tudo (eu #juroqueéoúltimo BIFE), tive a alegria de ter amigos que topavam as fantasias mais criativas que conseguíamos pensar. Já no meu primeiro BIFE, em Cruzeiro 2009, eu, Sífilis, Mocinha e Vaselina inauguramos a tradição dos Chapéus de Vaquinha, amplamente divulgados nos anos seguintes. Em 2011, o Klítoris entra no time e se torna uma das Fadinhas dos contos de fadas. Em 2012, o grupo aumenta, somando-se ao time Craca e Tassolto para a fantasia coletiva de Aula de Hidroginástica, no ano seguinte fomos as Salva-Vidas das piscinas do alojamento aquático de Sumaré 2013.

bife usp

A fantasia coletiva de “aula de hidroginástica”

Em Araraquara 2014, chegamos num dos ápices das fantasias dos anos 90, quando todos que foram nas baladas puderam realizar o sonho de tirar uma foto com a Xuxa (eu) e as suas Paquitas (Sífilis, Mocinha e Nany People), tudo muito bem produzido. Em ritmo de Olímpiadas, o grupo de Ginástica Rítmica Desportiva se apresentou durante o Bife de 2015, e no último ano, atuamos politicamente como coxinhas-batedores-de-panela-da-varanda-gourmet e lutamos contra a corrupção.

bife usp

Xuxa e as Paquitas no BIFE de 2014

Tenho muito orgulho e alegria de ter vivido essa trajetória pouco vitoriosa esportivamente, porém muito intensa. Sou um torcedor loucamente apaixonado pela Geo, mas também dou minha contribuição em quadra. Sou o levantador do time da Geo, mas já brilhei (ou não) na natação, atletismo, fut campo e handebol, sem contar a minha cadeira cativa no banco de reservas do basquete da Geo.

Talvez você esteja indo para o seu último BIFE assim como eu, pra você eu não preciso dar dica nenhuma, você já sabe que se trata do melhor inter que há. Mas, talvez, você esteja longe ainda do seu último BIFE – pra você eu recomendo que aproveite como se fosse o último, não seja um bixo-burro ou um velho-chato, vem pro BIFE e seja muito feliz!

Leia mais sobre o BIFE USP:

Minha despedida do BIFE: parte 1 | Revista BEAT
Do ICBIÓ, fica o amor e a despedida do último BIFE | Revista BEAT
Jogos universitários: BIFE x Econo, qual escolher? | Revista BEAT

Posts Relacionados

Comentários fechados