atlética unesp prudente

O caminho para o topo: Atlética Unesp Prudente

por • 18 de setembro de 2017 • Cartola, Colaboradores, ColunasComentários (0)179

Conheça um pouco mais sobre a A.A.A Unesp Prudente e sua evolução para chegar ao lugar mais alto do pódio por dois anos seguidos.

Por Ana Júlia Delgado

Sabe-se que a Unesp – Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho” possui seus campus espalhados por diversas cidades, sendo um deles em Presidente Prudente, localizada a 558km da capital paulista. Lá são oferecidos doze cursos (Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Computação, Educação Física, Engenharia Ambiental, Engenharia Cartográfica, Estatística, Física, Fisioterapia, Geografia, Matemática, Pedagogia e Química). Além da vida acadêmica tradicional, dentro dos campus da Unesp, há instituições sem fins lucrativos, chamadas de Atléticas, que incentivam a prática do esporte.

A Atlética de Prudente é uma das que mais vem se destacando. Fundada em 2001, inicialmente recebeu o nome de Associação Atlética Acadêmica de Educação Física, pois era formada majoritariamente por alunos desse curso. Porém, mais tarde, com a procura de alunos de outros cursos e a participação dos mesmos, passou a chamar somente Associação Atlética Acadêmica Unesp Prudente.

São fornecidos treinos para doze modalidades e esses são abertos a todos os alunos do campus em questão. As equipes participam de diversas competições e seguem conseguindo boas colocações. É por meio das festas, majoritariamente, que a Atlética subsidia os treinos, mantém os técnicos, os materiais necessários, além das viagens que realizam pelos campeonatos.

Todos esses treinos fornecidos e campeonatos que participam servem de preparação para o maior objetivo deles: O Inter (chamado antes de InterUnesp). A Atlética de Prudente é a segunda maior vencedora da competição, com cinco títulos, ficando atrás somente do campus de Bauru, que possui onze. Dois desses cinco títulos foram conquistados nas últimas duas edições (2015 e 2016).

Para se manter vencedora, a Unesp de Prudente está se preparando com toda dedicação para conquistar uma terceira vitória, que será de muita importância, visto que será na casa do seu maior adversário (Bauru).

A Atlética de Prudente viveu um jejum de sete anos sem títulos no Inter, sendo seu último foi em 2008 e só voltou a vencer em 2015, derrotas essas inclusive que originaram o apelido de vice, visto que só alcançavam a segunda colocação.

Leia mais:

Desafio de gigantes entre atléticas da Unesp | Revista BEAT
Unesp Bauru no pódio | Revista BEAT

Perguntamos a alguns membros como foi esperar sete anos para voltar ao alto do pódio e, para o Júlio Prata, membro da Atlética desde de 2010 e presidente em 2013, uma coisa é certa: “Foi árduo pois havia entrado na faculdade em 2009, logo após o título de 2008, e a expectativa era muito alta, porém sabíamos que nossa hora iria chegar. “

Mas, a Atlética de Prudente não parou e aproveitou para se desenvolver internamente e externamente. “Nesses 7 anos tivemos um crescimento absurdo e, a cada ano, nosso trabalho não se resumiu ao Inter. Concretizamos jogos dentro de nossa cidade, deixando-nos como o maior da região (JUPP – Jogos Universitários de Presidente Prudente); aparecemos no cenário do esporte universitário estadual com nossa primeira participação no JUESP (Jogos Universitário do Estado de São Paulo), do qual posteriormente fomos campeões; e nos tornamos a primeira universidade estadual pública a representar o estado de São Paulo em um campeonato brasileiro por dois anos seguidos. Nossas festas e eventos foram cada vez crescendo mais, nossa estrutura esportiva foi ganhando mais infraestrutura. Então, por mais que essa espera pelo título do Inter pareça grande, era só o que faltava para Atlética Unesp Prudente, pois o trabalho nunca foi deixado de ser realizado e as conquistas nunca pararam de chegar em nosso campus”, disse Eric Ribeiro, presidente da A.A.A Unesp Prudente de 2016.

atlética unesp prudente

Raquel Favaro arremessando em partida no O Inter. Crédito: Unesporte

Raquel Favaro, atleta do basquete e presidente da Instituição em 2008, ao ser questionada sobre os diferenciais que ela acredita que fizeram Prudente ser campeã em 2015 e 2016, disse que “a atlética que se destaca é aquela que faz a melhor gestão de seus recursos e, ainda, consegue cativar os universitários de seu campus, cultivando laços emocionais e sentimento de pertencimento. Nesses últimos dois anos, a liderança da Atlética se entregou integralmente e não tem forma melhor de se cativar alguém do que pelo próprio exemplo”.  

O Inter Bauru de 2017 não será fácil para Prudente, visto que é na casa do seu maior vencedor. Mas, como o próprio membro da Atlética de Prudente, Júlio disse: “acredito que seguindo o nosso padrão de trabalho temos uma competitividade relevante. Além do esporte sempre trazer grandes surpresas”.

Por fim, seguindo o pensamento do ex presidente, Eric, “aquela sensação de acomodação que muitas vezes a vitória causa está longe de Presidente Prudente. Estamos inquietos e ainda mais motivados a sermos os únicos a trazer um Inter para casa e ganhar com sobras. Prudente vem para ganhar”.

 

Eric, Raquel e Júlio ainda deixaram uma mensagem para os atletas de Prudente:

“Façam com que cheguemos nos melhores quatro dias do ano sabendo que fizemos o possível e o impossível, pois a pior sensação do mundo é olhar para trás e saber que podíamos ter nos doado um pouco mais. Vamos chegar com a sensação de dever cumprido e fazer o que fazemos de melhor: jogar. Pois aqui é Esporte pelo Esporte.” (Eric)

Somos aquilo que pensamos. Trabalhem em equipe o poder do pensamento positivo e sonhem alto. Vocês podem. Prudente atropelaaa!!!” (Raquel)

Treinem com afinco e vontade, pois sem uma base forte, a competição se torna muito mais desafiadora. A disputa pode ser na casa do nosso adversário, porém Prudente sempre foi um campus que supera desafios impossíveis! ” (Júlio)

Sem dúvida O Inter Bauru promete, e Prudente com certeza está construindo mais caminhos para chegar ao topo. Agora é ficar ligado nos dias 02 a 05 de novembro para ver se eles chegarão ao lugar mais alto do pódio mais uma vez, com a força dos seus atletas, da bateria furiosa, da torcida organizada e das cheerleaders e gritar “É campeão!”.

 

Crédito foto de capa: Agência Criativa

Posts Relacionados

Comentários fechados