“Nosso CAASO de volta ao InterUSP!”

por • 3 de julho de 2017 • Colunas, Jogo a JogoComentários (0)2250

Por Jaca | Técnico do Futsal Masculino e VN | Ex-diretor de Torneios.
Ex-atletas e eternos apaixonados pelo CAASO.

 

Um novo capítulo da história do CAASO no InterUSP foi iniciado em 2008, quando nossa Atlética “redescobre” o torneio e busca o porquê do nosso banimento 20 anos antes, em 1988. As histórias relembradas foram diversas. De porcos engraxados jogados na quadra até um “bundão” para o reitor, não sabemos ao certo, até hoje, o motivo final desse afastamento.

De 2009 a 2012, as diretorias da Atlética CAASO pesquisaram e se informaram melhor sobre a competição, até que em 2013 começamos a participar de algumas competições organizadas pela LAAUSP, tendo um primeiro contato com as atléticas da capital. Um pouco mais maduros em 2015, iniciamos as tentativas de voltar a disputar o maior Inter entre atléticas da USP. Em 2016, tivemos a oportunidade de estar em Avaré acompanhando de perto, como expectadores, todo o torneio. Ficou clara a situação: o torneio é muito bem organizado pela C.O. e de ótimo nível esportivo em todas as suas 25 modalidades.

Chegamos a 2017 e todo o esforço das gerações atleticanas valeu a pena, e num sinal positivo de “7×1” da C.O., a Atlética CAASO voltou ao InterUSP. De pronto, nos preocupamos com a disputa de um torneio muito forte esportivamente, ainda mais com a imposição da C.O. em colocar a atlética convidada em todos as oitavas de finais, o que poderia nos desmotivar. Por fim, tal decisão apenas aumentou nosso desafio de avançar com as equipes no torneio e, consequentemente, nossa disposição para tal.

 

O dia a dia do InterUSP

Chegou o grande dia, e aquela quarta-feira ficaria marcada como um dos melhores momentos do InterUSP para nós. Com um início antecipado de alguns jogos, o Tênis Masculino fez a reestreia do CAASO na competição e, pouco depois, estávamos com nossa equipe de Futsal Masculino, jogando em nosso ginásio, em nossa casa, marcando realmente a volta ao torneio. “Nosso cantinho de sempre” estava lotado de torcedores (mesmo sem nossa bateria, a GAPeria, ausente por conta do InterComp). Foi um espetáculo memorável! Foi lindo, foi arrepiante, foi emocionante, dentro e fora de quadra. Com uma vitória imponente sobre a Med Ribeirão por um sonoro “7×1”, ficamos com a sensação: “É, o CAASO voltou com tudo!!!”.

Na quinta, jogaríamos quase todas as modalidades, por isso foi difícil acompanhar de perto todos nossos amigos atletas. O jogo mais importante com certeza seria o Basquete Masculino contra a FEA (tida como favorita na competição). Assistir a esse espetáculo provou o alto nível esportivo do torneio. Ponto a ponto, o CAASO foi se impondo no jogo e mostrando que iria muito longe. Tivemos algumas outras vitórias já esperadas e pouco sofridas, bem como resultados surpreendentes nos Tênis de Mesa Masculino e Feminino, vice-campeões com louvor. Porém, nem só de vitórias se vive no esporte (convenhamos, essa é a sua beleza!). Tivemos algumas derrotas duras, nos detalhes, mas em todas ficamos com a sensação nítida de que as equipes do CAASO estavam tristes, porém “mordidas” e motivadas (2018 que as aguardem).

Na sexta-feira, já com menos equipes ativas, o destaque ficou por conta da nossa torcida, que no começo da noite se dirigiu ao G2, lotando nossa arquibancada, e incentivando uma dobradinha do Futsal CAASO. Nosso Futsal Masculino ganha da Med Pinheiros por “4×2” num jogo muito intenso do começo ao fim e o Futsal Feminino vence a Odonto por “2×0”. Era o CAASO mostrando a que veio.

No sábado, tínhamos ainda 6 equipes no páreo e acabamos por sentir a frustração de perder o Futsal Masculino nos pênaltis para a grande equipe da FEA, num jogo amplamente dominado por nós. Para nossa alegria, classificamos para a final do Basquete Masculino e também do Vôlei Masculino, este último, numa semifinal emocionante, com direito à virada sobre a equipe favorita da competição, nossos parceiros da POLI. A lição que fica desses jogos é que não basta ser melhor. A equipe deve estar melhor preparada em todos os aspectos: técnico, tático, concentração e “pegada”.

No domingo, a torcida compareceu em peso para final do Basquete Masculino, proporcionando mais um momento importante desse InterUSP. Sempre foi um desafio para nossos torcedores entenderem os diferentes momentos do jogo e conseguirem incentivar nossas equipes dentro de quadra, mas dessa vez aconteceu de uma maneira única e fundamental para o andamento da partida. Mesmo tendo perdido na segunda prorrogação, a importância de incentivar nossos atletas ficará marcada em nossas memórias. Por fim, nossa equipe mais regular não decepcionou e o Vôlei Masculino sagrou-se campeão tranquilamente sobre o bom time da FEA e, o melhor de tudo, em nosso próprio ginásio, trazendo para casa a primeira e única douradinha dessa edição do InterUSP.

#CAASO2018

Como primeira participação fomos muito bem. Apesar do 6º lugar geral, muito influenciado por nosso início em todas as oitavas de finais do torneio, não sentimos desânimo em nossas equipes, mas sim a certeza de que precisamos evoluir muito nas modalidades individuais e em algumas coletivas. Também temos que treinar nossos atletas para o desgaste físico e psicológico necessários para quatro jogos em quatro dias com altíssimo nível esportivo. Como já elogiado pela C.O., nossa Atlética mostrou que tem estrutura organizacional para somar ao torneio, e temos certeza de que agregamos em público nas tendas/baladas e elevamos também o nível esportivo da competição.

A alegria de quem há anos luta para essa volta do CAASO ao InterUSP não se descreve com exatidão. Como já contado, é a soma dos momentos de suor derramado em cada modalidade por nossos companheiros atletas, do grito da nossa torcida em cada lance dos jogos, das lágrimas dos nossos atletas vencidos, dos sorrisos nas vitórias conquistadas, que fazem dessa volta algo tão especial. Nos próximos anos o InterUSP tem tudo para ser o torneio mais importante pro CAASO e, aí, segura nóis. O CAASO veio para ficar! Raça CAASO!!!

Abraços e nos vemos em 2018!!! #CAASO2018

Posts Relacionados

Comentários fechados