[#memóriasdoBIFE] que sempre quis pra mim

por • 9 de novembro de 2016 • Basquetebol, Colunas, Futebol de campo, Futsal, Handebol, Individuais, Perfil, Rugby, VôleiComentários (0)411

Por Cyndel Augusto

 

 

Inter chegando, ansiedade cada dia mais aumentando, e para xs Pedagogxs ficam as perguntas: o que esperar do XVII BIFE? O que é o BIFE pra quem vai pela primeira vez? O que é ser atleta em um inter em que sempre se sonhou participar?

Em meus 4 anos de gestão da Atlética, sempre me empenhei e aprendi muito com quem trabalhava comigo, para que pudéssemos chegar onde estamos. Nosso trabalho sempre foi de incentivar a criação de novas modalidades, pois sabemos do pouco incentivo no esporte desde o Ensino Básico até o Superior. Ver hoje tantos times conseguindo se estruturar, indo competir, se empenhando nos treinos para que cada dia mais consigam se desenvolver na modalidade pela qual competem, é extremamente gratificante.

Já fui no BIFE como espectadora. Assisti aos jogos, torci pelxs amigxs e me emocionei em ver que havia sempre uma preocupação por parte da organização para que não houvessem casos de opressão no inter. Curti as festas, amei a integração com as pessoas de outras faculdades e todo esse clima gostoso que só o BIFE tem. Esse ano, eu vou como atleta, e a emoção de viver isso é indescritível. Dá a sensação de que tudo valeu e está valendo a pena. As expectativas são muitas. De ver a força da nossa união e do nosso empenho, dentro e fora de quadra, reverberando em vitórias nos jogos; de ter um inter onde haja respeito pelo time adversário, independentemente do resultado; em construir um espaço em que não haja opressão e que ninguém se sinta desrespeitadx; e de poder comemorar como todx atleticanx gosta, com muito gliter, amor e diversão.

XVII BIFE, estamos ansiosxs pelo que nos espera!

Posts Relacionados

Comentários fechados