O que faz a fisioterapia esportiva?

por • 2 de agosto de 2016 • Colunas, UncategorizedComentários (0)923

Entenda como o profissional dessa área pode trabalhar e saiba quando procurar sua ajuda.

Por Maria Cecília da Silva Martins

A fisioterapia é uma área muito ampla e pode atuar sobre todos os sistemas do nosso corpo. A maioria das pessoas acaba por conhecer apenas a área mais comum de  atendimento, conhecida como ortopédica, e que trata das lesões em ossos, músculos e articulações. No entanto, mesmo essa área apresenta outras subdivisões de acordo com o público que estuda e, dessa ramificação, vem a fisioterapia no esporte. Ou seja, o fisioterapeuta esportivo é o profissional capacitado a cuidar dos aspectos funcionais decorrentes da prática de atividades físicas, abrangendo o público amador e profissional esportista.

O fisio pode atuar com foco num único atleta, na equipe ou em um grupo particular dela. Individualmente, sua ação envolve a aceleração da recuperação física pós-fadiga, a avaliação de fatores de risco para ocorrência de lesão, o tratamento de lesões instaladas e o auxílio para que o atleta possa continuar desempenhando suas atividades com o mínimo de prejuízo.

Separando os atletas em grupos, o fisio pode trabalhar capacidades físicas relevantes para aquele conjunto, buscando a prevenção de lesões incidentes no esporte e a abordagem de questões comuns no tratamento.

Já quando a atividade engloba toda a equipe, a fisioterapia utiliza uma visão mais ampla do esporte a fim de prever pontos de vulnerabilidade física intrínseca aos atletas e à comissão técnica e próprias do meio externo onde se dará o treinamento e a competição. Também realiza os atendimentos de campo ou quadra, nos quais presta os primeiros socorros logo que o atleta se machuca em uma partida. Portanto, pode-se dizer que a fisioterapia esportiva caminha junto a três elos principais: a promoção, a prevenção e o tratamento no universo da prática de atividades físicas.

Há um interesse acima de tudo na melhora da qualidade de vida das pessoas ao possibilitar parte de sua inserção na modalidade esportiva desejada, independentemente de gênero,  classe, idade ou nível técnico.

Por isso, o fisio esportivo precisa enxergar o atleta como um ser humano complexo, cheio de características únicas, que dizem respeito às experiências vividas, o tempo de treinamento no esporte, as transformações que a idade traz, as condições físicas de cada um e as expectativas quanto à fisioterapia e ao esporte. Tudo isso faz com que cada atleta seja singular ainda que tenha uma lesão comum, o que pode também trazer resultados diferentes para uma mesma questão.

Então, se você pratica exercícios regularmente ou quer começar a praticá-los, já sabe quem pode te ajudar. Não espere as lesões acontecerem para nos procurar e muito menos que fiquem graves, pois o tempo é precioso para quem gosta de fazer uma coisa especial na vida.

Posts Relacionados

Comentários fechados