FUVEST 2016: tá tranquilo, tá favorável!

por • 2 de fevereiro de 2016 • EspecialComentários (0)877

Por Shayene Metri

Caro Bixo/Bixete,

 

Antes de tudo, parabéns! Afinal, você acabou de entrar na melhor universidade da América Latina, não é mesmo?! Seus pais devem estar te mimando, a família inteira admirando e você comemorando.

Sabe aquele papo já meio batido de que na faculdade você vai conhecer pessoas incríveis, aprender coisas que jamais pensaria caber no seu cérebro, ter professores gênios (e alguns picaretas) e viver os melhores anos da sua vida?

É t-u-d-o verdade!

Mas, nós da Revista BEAT, queremos antecipar um assunto que, muito provavelmente, vai ser um dos motivos da sua felicidade uspiana: o esporte universitário! (aliás, algumas vezes, esse vai ser o único motivo para você ir para USP #ficadica)


Leia também: Não deixe que os estudos atrapalhem o seu basquete!


Não importa se você é craque ou mal sabe correr e bater bola. No esporte universitário, a paixão tá liberada pra todo mundo. Bixo ou veterano, da POLI ou da FFLCH, tanto faz. A questão é que o esporte vai te fazer conhecer novos lugares e pessoas que você jamais imaginou. Nem mesmo enquanto mal dormia esperando pelo resultado da Fuvest.

Assim como outros “setores” da USP, o esporte ainda traz muitos problemas e já já você começa a se inteirar das coisas: eternas reformas de quadra, dificuldades financeiras, richas políticas e por aí vai. Mas, nos arriscamos a dizer, que o esporte universitário vai mudar a sua vida na faculdade pra muito melhor, seja na quadra ou na torcida.

Não estranhe se ainda não entende o que é “Atlética”, “LAAUSP”, “DM” ou “Inter”. Tudo isso, logo menos, vai fazer parte do seu dia-a-dia como mais novo uspiano. Enquanto você se situa e comemora essa conquista, fica aqui o nosso parabéns! Nós queremos acompanhar você, seja lá qual for sua modalidade, gênero ou faculdade. Nós vamos te ajudar a conhecer o esporte uspiano. E, por favor, não esqueça da matrícula!

 

 

Foto de capa por: Ecatlética

.

Posts Relacionados

Comentários fechados