BIFFE: os bastidores de um inter

por • 4 de dezembro de 2015 • CartolaComentários (1)740

Por Dimítria Coutinho | Jornalismo Júnior

 

Depois do XVI BIFE acabar, a Revista BEAT foi atrás das pessoas que fazem esse inter dar certo. Afinal, um evento desse porte não ser cria assim do nada – quem planeja e organiza tudo é a Comissão Organizadora, conhecida por CO.

A CO do BIFE é dividida em duas: as chamadas CO Esportiva, que cuida de tudo que se refere ao campeonato, e CO Balada, que cuida das festas, comunicação e patrocínios. Ambas são formadas pelas dez atléticas que participam do campeonato, além de eventuais convidadas. Cada uma dessas faculdades pode escolher até cinco representantes para cada uma das comissões, embora nem todas consigam alcançar esse número.

CO formada, começa o trabalho – e este acontece logo no começo do ano. Fim de fevereiro, começo de março já ocorrem as primeiras reuniões para organizar o inter que acontece só em novembro. Thiago Quadros, membro da comissão, conta que a CO Esportiva e a CO Balada têm suas funções divididas de maneiras diferentes. Enquanto a Balada se divide em comissões formadas por pessoas de diferentes faculdades, a Esportiva forma uma diretoria executiva, cujos cargos são ocupados por atléticas, e não por indivíduos.

Dentre os cargos da CO Esportiva estão a tesouraria, que é responsável pela parte financeira; a secretaria, responsável pela parte burocrática, como regulamento e conferência de atletas; e a diretoria geral de esportes, responsável por toda a infraestrutura esportiva, como a cidade escolhida e a arbitragem. Além dessas funções, a comissão conta também com os cargos de presidência e vice-presidência, que acabam sendo apenas simbólicos. Ainda que haja essa diretoria executiva, nenhuma decisão pode ser tomada pela Comissão Organizadora sem que seja feita uma votação entre as dez faculdades participantes.

 

10628446_800560613341861_8472929945635235448_n
Parte da Comissão Organizadora do BIFE de 2013 (Foto: Acervo pessoal)

 

Júlia Moura, outra participante da comissão, conta que as tarefas a serem feitas são muitas. “A CO Esportiva faz o regulamento, contrata arbitragem, fecha uma cidade, escolhe as praças esportivas, faz o chaveamento junto à arbitragem, faz representações neutras nos jogos, discute perdas de pontos e incidentes… são muitas coisas para fazer”, explica. Além disso, as comissões ainda tem o trabalho de contratar equipes de segurança e limpeza, elaborar o regulamento do torneio e um regimento interno, divulgar os eventos relacionados ao inter e vender produtos, entre outras funções. “Um inter envolve muito mais coisa do que imaginam”, conta Thiago.

O trabalho dessa equipe, que se reúne semanalmente desde o início do ano, é de fundamental importância para o bom funcionamento de tudo que diz respeito ao BIFE. A estrutura da Comissão Organizadora, embora antiga, é bastante flexível e se ajusta às necessidades ao longo dos anos.

 

Torcida no BIFE 2014 (Foto: ECAtlética)

Texto produzido por:

Logo-Jota-ad

Posts Relacionados

One Response to BIFFE: os bastidores de um inter