Uma típica partida de Inter

por • 9 de novembro de 2015 • Jogo a Jogo, VôleiComentários (0)735

Confronto entre Bauru e Presidente Prudente no vôlei masculino reuniu tudo de melhor que cerca um jogo do torneio

Por Guilherme Sette | Atlética Unesp Bauru

 

Era o segundo dia de Inter, o jogo estava marcado para às 18h45 no Ginásio Guilherme Fragoso Ferrão, conhecido como “Ginásio da Pista”. Bauru e Presidente Prudente, os principais concorrentes ao título do Inter Araraquara, se enfrentariam nas quartas de final do vôlei masculino.

Fora do ginásio fazia frio, ventava bastante e chovia pesado, porém, ao entrar nele, o calor do jogo era facilmente sentido. O ginásio lotado com as duas torcidas, uma de cada lado, pulsava com o barulho das baterias e os gritos da torcida. A Naumteria, por Bauru e a Furiosa, por Prudente, revezavam o domínio do som, enquanto os jogadores vibravam intensamente a cada ponto.

IMG_1479

Foto por Pedro Spina

O time de Bauru começou a partida nervoso, cometendo muitos erros e entregando pontos de graça para prudente. Foram erros em recepção, passe e principalmente toques na rede. Os prudentinos, que nada tinham a ver com isso, aproveitaram e fecharam o primeiro set com facilidade por 25 a 12.

Mais pessoas foram chegando ao ginásio no decorrer do confronto – durante o Inter, muitas modalidades acontecem ao mesmo tempo, e o público se divide entre elas – as torcidas começaram a aumentar. A intensidade da torcida ia crescendo conforme Bauru voltava para o jogo, sem cometer os mesmos erros da primeira etapa. O segundo set foi muito disputado, com os bauruenses melhorando em todos os pontos do jogo. Bauru levou o set e empatou a partida.

O tie-break foi brigado. Bauru chegou a abrir 7×4, mas Prudente reagiu e virou o marcador. Sacaram para vencer a partida, em 14×12, mas Bauru conseguiu salvar uma bola mal recebida, e diminuir a vantagem. Durante o posicionamento para o saque, o juiz identificou o erro de rodízio no posicionamento de Bauru, e deu o ponto para Prudente, que venceu a partida e avançou no torneio.

IMG_1475

Foto por Pedro Spina

Os bauruenses reclamaram muito com o juiz, porém após a extensa discussão nada poderia ser feito, já estava marcado o ponto para Prudente.

Este jogo exemplifica bem o que é o Inter. Um jogo muito disputado, com torcidas que disputavam para ver quem fazia mais barulho, atletas se superando para tentar a vitória e a decisão em detalhes. O final anti-climático talvez quebre um pouco esta escrita, mas certamente quem estava no ginásio soube que assistiu a uma partida inesquecível.

Presidente Prudente seguiria melhor no Inter, e conquistaria o quarto título do campus. Bauru, continuaria brigando até o final, mas ficaria com o segundo lugar.

O que iguala todos os envolvidos, é a certeza de que o Inter sempre volta. Os jogadores que estavam em quadra treinarão mais para conseguir melhores resultados, os vencedores se esforçarão para defender o título, enquanto os derrotados lutarão em dobro para evitar novas derrotas. A torcida, por sua vez, espera encontrar o mesmo espetáculo em 2016, na próxima edição dos jogos.


Leia também: O processo que tornou O Inter um mega-evento


 

 

Foto de capa por Pedro Spina

Posts Relacionados

Comentários fechados